Heey (:

Falha no engano, rs

Já já, planos pra voltar :3

Anúncios

Algumas Razões Para Ser um Cientista

Oi, tudo bem ?

Você gosta de Química, Matemática, Física, Biologia … ? Já pensou em ser cientista ?

Eu comecei a ler ‘Algumas razões para ser um cientista’ na internet e fiquei maravilhada, mas li apenas algumas páginas, pois eu não gosto muito de ler na internet.  Bom, fiquei muito feliz quando cheguei na biblioteca do CPII e vi esse maravilhoso livro lá. Perdi alguns intervalos para lê-lo, mas valeu a pena,  pois todas aquelas histórias de físicos, matemáticos e outros me fizeram gostar mais da Ciência.

 

 

 

Identidade Camuflada

 Existe um único padrão… [?]

Vivemos em um mundo em que os habitantes se propõem a serem usados como um produto, usando o corpo como‘’cabide de anúncios’’ Isso também acontece na preservação do corpinho, a fim de obter um padrão de beleza.

Pessoas deixam de demonstrar sua verdadeira personalidade para se sentirem ‘’dentro da moda’’. Para muitas pessoas  estar na moda representa não ser descriminados, mesmo que para isso tenham que se camuflarem

Outros desafios que os habitantes do mundo critico de  hoje enfrentam é o corpo,que é protegido de produtos gordurosos,artificiais e entre outros,durante as três estações para que no verão possam desfilar nas areias,enquanto os gordinho são obrigados a se esconderem

O preconceito vem crescendo cada vez mais, muitas vezes pessoas com roupas mais simples, pessoas gordinhas… São inferiorizadas a pessoas bem vestidas e pessoas magras. Geralmente pessoas gordas são vistas com menos capazes na hora de uma vaga no mercado de emprego, perdendo a vaga para uma pessoa forte, sarada e bem vestida

Devemos rever nossos princípios ,vivemos em um planeta em que a ‘’pele de anúncio’’ ou seja a roupa,o corpo valem mais do que a própria identidade .Enquanto nos ocultamos,para não sermos julgados ,capitalistas enchem o bolso


                            

Carnaval sem violência

Olá, leitores

Como todos sabem hoje é domingo de carnaval, e aí vamos s curtir na paz, sem violência e com responsabilidade? É isso aí, sabemos que nessa época, as pessoas agem por impulso, e muitas vezes acabam pagando por seus atos… Por isso algumas dicas são essenciais

Umas das dicas são:

Primeiro-*Se beber não dirija:

Segundo-*Use o cinto de segurança:

Terceiro*Use proteção

Quarto*Não brigue

                        

 

 

Apenas curta o seu carnaval, com felicidade e amor. De modo que todos possam curti e aproveitar esses 3 dias de folia…. Afinal não vale apena  perder  essa bela comemoração por causa de uma briga ou uma ação mal  pensada …….

Aqui é Carolina ,escrevendo no Isso Não é Bullying…

Viagens da Laura

Oi, tudo bem ?

E aí, você gosta de ciência ?

Bom, no WordPress existe um blog muito legal sobre ciência, no qual Laura (@Lauracientista) conta suas aventuras científicas. Aliás, agora a Laura conta as aventuras nos quadrinhos também.

Viagens da Laura – http://viagensdalaura.wordpress.com/

Verdadeiros Problemas

Será ,que realmente temos grandes problemas [?]  

                                                                                                                                                                                                                                                   
       
   
                                                                   
                                                                           
Uma lição de vida

Muitas vezes me pego reclamando da vida e, muitas vezes não estou com  razão. Afinal, são apenas problemas banais, insignificante. Mas, mesmo, assim, não me dou conta de que tenho uma vida perfeita, pois não passo necessidades. Nem sempre, contudo, percebemos que existem problemas maiores do que os nossos.

Um dia destes, que parecia ser com os outros, deparei-me com uma situação difícil: um homem estava empurrando, numa cadeira de rodas, uma menina de seus quatro anos de idade que tinha paralisia e um sorriso, que me prendeu a atenção por alguns segundo, estampada no rosto. O homem, que fazia sinal para todos os ônibus em vão, parecia ser o pai da linda menininha, ele estava acompanhado de uma mulher simples como o resto da pequena família. Todos em volta olhavam-nos como se fossem ‘’mutantes’’, de modo depressivo e penalizado

A reação das pessoas me deixou com raiva e revolta, pois havia sentido na pele, apenas com aqueles olhares, o constrangimento da família. Ao mesmo comecei a pensar sobre as minhas reclamações anteriores. Como aquela menina poderia sorrir passando por aquela situação tão grave? Por alguns segundos, senti-me a pior pessoa do mundo. Com eu poderia ficar zangada por não ter algo e aquela menininha viver tão contente? Somente após muita reflexão, consegui entender o motivo daquele sorriso, porque não adianta nada viver reclamando e se lamentando. Isso não leva ninguém a nada!

Agora pude entender aquele simpático sorriso, o que me levou a outra conclusão:o verdadeiro problema não está no que aquela menina vive, mas, sim, nas outras pessoas que encaram as deficiência dos outros com ignorância e pena, como os deficientes fossem coitadinhos. Só lamento por essa pessoas, pois elas não se dão conta de que os coitadinhos são elas mesma. Enquanto ela sentem pena, em vez de ajudar,pessoas deficientes levam a vida sorrindo…sorrindo e vivendo …

Penso que os que os verdadeiros deficientes são aqueles que não sabem reconhecer e ajudar o próximo e apenas os encaram de modo negativo. Esse não sabem viver.Mesmo andando,vendo e ouvindo,muitas pessoas não se dão conta do que é verdadeiramente importante …viver.E aquela simples,simpática e feliz menininha,mesmo sem andar,consegui dar um sorriso.Para mim isso é importante viver …

Aqui é,Carolina escrevendo no Isso Não é Bullying……

Teatro com novos olhos

Para esse post do “Cultura já!” eu não sabia como faze-lô só sabia que precisava escreve-lô.

Fiquei um bom tempo em dúvida se escrevia aquelas definições complicadas e rebuscadas que se vê em dicionários ou então aqueles lindos poemas difíceis de dizer ao certo se você realmente os entendeu. Não importava o que escrevia, tudo parecia antiquado ou sem perspectiva.

Entretanto com uma recente experiência no palco uma luz se acendeu. Ora! A maioria que vai ler esse post deve ter ido no teatro pelo menos uma vez na vida! Sabem como é a expectativa e as luzes diminuindo e diminuindo até enfim apagarem, devem conhecer as três campainhas e o agradecimento final. Mas será que conhecem o teatro na visão de que vai se apresentar, de quem está lá no palco?

Foi aí que me decidi! Vou descrever para vocês como é o teatro com outros olhos.

” Você acaba de chegar mas ainda não caiu a ficha. Olha para o palco vazio e não se visualiza como platéia. Ainda falta algumas horas para o espetáculo, mas parece uma eternidade. Todos estão lá se preparando.

Conforme o tempo passa o controle se esvai. Queremos, no entanto, ao mesmo tempo receamos que talvez não estejamos prontos. Mas nós ensaiamos! E se esquecermos, errarmos? Será que foi o suficiente?

E quando você volta a razão, todos parecem se acalmar e (quase) se convencer de que tudo vai dar certo, você ouve… São vozes que se confundem, passos de quem chega e, ao máximo possível, você tenta se controlar.

Poucos minutos depois uma voz avisa “É hora!” e se sabe que não tem mais volta. Você está suando, seu estômago revirando e seu coração não sabe se acelera ou para de bater. Assim que as luzes se apagam e os burburinhos cessam. Uma voz ecoa em sua mente: é hora…

Uma passo a frente e você está no palco é a sua vez e você se lembra do que deve fazer com alguns deslizes, às vezes, mas nada que um improviso não resolva. Então você sai e… Não dá para pensar! Você tem que se arrumar para a próxima cena!

E assim vai, na troca de olhares entre as falas, sem perceber você muda, vira, se transforma, se diverte. A cada fala um sentimento. A cada marcação uma nova perspectiva. A cada cena uma vitória.

Mas logo acaba a peça e uma sensação de prazer incomparável toma conta de você porque… Você conseguiu! Nós conseguimos! Portanto, ao passo que essa alegria nos preenche, vem junto uma sensação de tristeza e decepção porque acabou… Foi tão rápido! Era para ser assim?

Depois das conversas, parabenizações e saudações você se vê no mesmo lugar que começou: na frente do palco sem se ver como plateia, talvez até sem saber como a peça foi desse ângulo, porém uma coisa está clara em sua mente, o desejo de voltar a subir naquele palco e dar o seu melhor mais uma vez.”

Pra você, leitor, só tenho a dizer uma coisa: teatro abre as portas para uma nova realidade, folheia as páginas de um grande e infinito livro de histórias. O teatro lhe desperta todo o tipo de emoções assim como desperta outras mil para quem, no palco, lhe transmitirá essas narrativas.

Aqui é Beatriz, trazendo uma nova perspectiva e uma dica para que leu esse post: teatro é emoção.

Super Bowl Halftime Show: Um espetáculo à parte

 

Queridos leitores, hoje falaremos sobre as famosas e incríveis performances feitas no intervalo do Super Bowl, maior evento esportivo dos EUA.

É notável o ar de patriotismo durante a comemoração do Super Bowl, que é o programa de maior audiência da televisão americana. É o dia em que o país e boa parte do mundo voltam toda a sua atenção para assistir o jogo e consequentemente o show do intervalo. Os americanos se sentem honrados com a situação, desde a celebração de seu esporte favorito, até a cerimônia onde se canta o hino nacional americano.

E também é uma honra ser convocado para se apresentar no intervalo da competição, sem dúvidas um dos momentos mais cobiçados do show business.  E os escolhidos são astros com fama mundial e que sejam verdadeiros “performers”. Até porque é este o objetivo do show, fazer um espetáculo que encha os olhos, com grandes sucessos e produção impecável. Por isto a maioria dos shows do Super Bowl são feitos com o auxílio do tão criticado “playback”. O fato é que estes grandes ídolos nos presenteiam a cada ano com uma performance inesquecível e incrível.

Eu separei abaixo os melhores show do Super Bowl, espero que gostem! Deixe se levar pelos deuses da música e aproveite estas performances inesquecíveis.

 

 

Esse show dos The Rolling Stones foi incrível!  Esse palco em forma da tão famosa boca que caracteriza o grupo ficou muio legal! Uma coisa interessante neste show é que a equipe que montou o palco pode assistir o show na “língua”, a parte do palco que dá uma vista panorâmica para a banda. A setlist  contêm os três maiores sucessos da banda, incluído o hino “Satisfaction”. E diga-se de passagem, o Mick Jagger, apesar de velho, ainda dá um banho em muitos dos performers da nova era da música. O cara ainda tem os “Moves Like Jagger”.

 

 

Na minha opinião Michael Jackson é o maior artista de todos os tempos e provavelmente o melhor performer masculino na história da música. Neste show memorável, Michael mostra sua dança marcante e inesquecível, assim como sua presença de palco inigualável. Sem dúvidas um das melhores apresentações do Super Bowl.

 

 

O último show do intervalo do Super Bowl 2012 foi realmente espetacular. Considerado pela mídia e por muitas pessoas do cenário musical a melhor de todas as apresentações do Super Bowl. Foi realmente um show magnífico. Madonna inclui traços da cultura greco-romana e egípcia em sua performance, fazendo também uma homenagem ao filme “Cleópatra”, sucesso do cinema que imortalizou Elizabeth Taylor. A performance de Madonna incluiu também vários dançarinos fazendo acrobacias no palco, além da participação de novos ídolos americanos, como Nicki Minaj, M.IA, LMFAO e Cee Lo Green. A música final foi emocionante. Nada mais nada menos que “Like a Prayer”com um coro sensacional. Madonna acabou seu memorável show pedindo a paz mundial. Vale a pena assistir.

 

 

Eu adoro o Paul Mccartney, ele é o meu ex-Beatle favorito! Nesa performance ele cantou divanamente como sempre, além de tocar piano e violão.  E findou seu show com “Hey jude”, que é realmente uma música maravilhosa, que com certeza merece o seu estrondoso sucesso.

 

 

Esta é provavelmente a performance mais polêmica de todos os tempos. Durante a apresentação de Janet Jackson com Justin Timberlake  no intervalo do Super Bowl, um seio da cantora ficou à mostra ao vivo para milhões de pessoas do mundo todo. Janet afirma que foi um erro de costura, que a intenção era mostrar apenas o seu sutiã. Mesmo com o incidente, a performance mostra o quanto Janet Jackson sabe dançar e se apresentar como ninguém. Pelo visto está no DNA da família Jackson.

Aqui é João Caio no Isso não é bullying. Fique ligado na música!

28, 29… Primeiro?

2012 está aí e é um ano bissexto!

Ano bissexto, como muitos devem saber, é o ano o qual se acrescenta um dia “extra” que na verdade não é extra e sim a junção das horinhas que ficam sobrando de 4 em quatro anos porque uma volta que a Terra dá em torno do sol dura 365 dias e 6 horas (Então, obviamente, 4×6=24h= 1 dia).

O dia a mais é incorporado ao mês de Fevereiro que mesmo com esse dia continua o mais curto de todos.

Mas a dúvida é por que Fevereiro não é como os outros meses?

A resposta vem de várias translações terrestres atrás… O calendário que usamos é uma adaptação do antigo calendário romano e os nomes dos meses são cada um uma homenagem:

Janeiro: homenageia o deus Jano, aquele que podia ver o futuro e o passado ele era também uma espécie de “porteiro celestial” na crença romana.

Fevereiro: vem da palavra februmm que significa purificar porque nesse mês é que os romanos realizavam um ritual de purificação.

Março: esse mês homenageia o deus da guerra Marte (que para os gregos era mais conhecido como Ares).

Abril: esse mês pode ser referente  tanto ao abrir das flores (porque, afinal, é primavera) ou referente a “aprilis”, uma comemoração feita para a deusa da beleza Vênus (ou Afrodite).

Maio: homenagem a deusa das mães Maia (ou Maya).

Junho: uma homenagem a deusa Juno (ou Hera, para os gregos) que era protetora da família e dos partos.

Setembro,  Outubro,  Novembro e Dezembro – significam respectivamente sétimo mês, oitavo mês, nono mês e décimo mês.

Os meses de Julho e Agosto foram acrescentados um tempo depois em homenagem a dois grandes imperadores de Roma, Júlio César e Octaviano Augusto.

O grande problema foi que como cada ano tem (aproximadamente) 365 dias não daria para cada mês ter 30 ou 31 dias. Ia ficar dia de mais e ano de menos! Por outro lado, os romanos não achavam certo deixar um mês muito menor que o outro, uma homenagem menor que a outra. Eles não achavam que seria uma ofensa aos homenageados.  Como solução, deixaram o mês de Fevereiro (que não homenageia ninguém) como o menor de todos.

Vão dizer que não é uma história interessante?

Quem sabe não vou logo me purificar antes que o mês do Deus da Guerra chegue?